A difícil escolha de Herm Edwards

 

Arizona State terá uma grande missão em 2019: Escolher o seu quarterback para o futuro. Longe de ser algo simples, a missão árdua de Herm Edwards será decidir entre Jayden Daniels, Joey Yellen e Ethan Long. Dos três, Long deve ter mais dificuldade. Além de ser o único atleta três estrelas do trio (os outros dois são considerados 4), não tem o talento equiparado aos competidores. Além destes, tem também Dillon Sterling-Cole, quarterback terceiranista da equipe. E para os jornalistas que cobrem diariamente os Sun Devils, a briga está entre o veterano e Daniels.

 

 

Jayden é um atleta que acompanho há um tempo no futebol americano escolar. Pela Cajon High foram 4515 jardas lançadas em 2019 e um absurdo número de 60 TDs com apenas 4 interceptações. Isso sem falar na capacidade com as pernas, tendo tido uma média de 9,1 jardas por corrida (total 1536), 109,7 jardas por jogo e 16 TDs.

 

 

Já Sterling-Cole, que foi reserva de Manny Wilkins, voltou ao campus com alguns quilos a menos e muita vontade de assumir o posto. Tem a seu favor a experiência no College e ser o único dos QBs com repetição na posição no nível Universitário. Mas isso não quer dizer muita coisa quando o talento é muito superior, e este é o caso na comparação entre os dois atletas. Não vejo muito motivo para Sterling-Cole ser o QB1 do time quando se tem um dos melhores potenciais do país em Jayden Daniels.

 

 

No College, mais do que tempo de experiência, é muito uma questão de estar no local certo, na hora certa, e isso não aconteceu com Cole. O mesmo serve para Joey Yellen, talentoso pocket passer, que pode terminar perdendo espaço e solicitando posteriormente uma transferência para alguma escola onde tenha ação como titular. É talentoso, só não tanto quanto Jayden.

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *