Time dos 100 anos da NFL – Parte II (Safeties)

Hora de falar dos safeties que cravaram tanto seus nomes na história da NFL, que estão na minha seleção de todos os tempos da liga.

Começando pelo maior de todos: Ronnie Lott.

Talvez o maior defensive back de todos os tempos, não só o maior safety, Lott era uma força da natureza. Inteligente e intimidador, terminou sua carreira com 63 interceptações, tendo retornado 5 delas para touchdown. Oitava escolha geral no draft de 1981, já virou titular dos 49ers em seu primeiro ano, contribuindo bastante para o título do Super Bowl XVI. Só não foi o novato do ano porque tinha um tal de Lawrence Taylor, um dos maiores jogadores de todos os tempos, debutando na NFL no mesmo ano.

Além do XVI, foi campeão mais três vezes. Liderou a NFL em interceptações em duas oportunidades e fez parte do primeiro time all-pro oito (!!!) vezes. Sua camisa 42 é aposentada em San Francisco e esteve nos times das décadas de 1980 e 1990. Genial.

Ed Reed

Quando a gente pensa em defesa do Baltimore Ravens o primeiro nome que vem a mente é Ray Lewis, certo? Pois é, mas não demora muito para você já relembrar de Ed Reed também. Foi eleito jogador defensivo do ano em 2004 e por cinco vezes esteve no primeiro time All-Pro. Liderou a liga em interceptações em 3 oportunidades, 2004, 2008 e 2010, e em dois destes anos (2004 e 2010) liderou em jardas retornadas por interceptações. Está no time da década de 2000 e em seu primeiro ano de elegibilidade foi agraciado com a maior conquista de um atleta profissional de futebol americano: o Hall da Fama.

Troy Polamalu

Um dos meus jogadores favoritos de todos os tempos, Polamalu era não só o símbolo daquele Steelers, mas de como se joga nas defesas da NFL. Como esquecer da forma intensa que ele perseguia QBs e Running Backs? Sua intensidade, somada com sua inteligência, tornaram esse jogador um dos grandes nomes da história da Liga em todos os tempos. Foi campeão duas vezes, tendo feito parte do primeiro time All-Pro em 4 oportunidades, inclusive em 2010, quando recebeu o prêmio de Jogador Defensivo do Ano.
Foi eleito para o time da década de 2000 e não só isso, o de todos os tempos do Pittsburgh Steelers.

Ken Houston

Por fim, mas não menos importante, Ken Houston. Confesso que essa foi a mais difícil de fazer. Além de Ken Houston, pleiteavam pelo posto: John Lynch, Brian Dawkins, Larry Wilson, Steve Atwater, Emlen Tunnell e Jack Tatum. Pesou para Houston o fato de ter feito parte do time dos 75 anos, e entre ele e Larry Wilson, considerei Houston melhor para o posto. Membro do Hall da Fama, por 9 vezes esteve entre o primeiro e o segundo time All-Pro, em 14 anos que jogou na liga. Também esteve no time da década de 1970. Muito bom em leitura, tinha uma grande capacidade de interceptar e retornar para touchdown, liderando a liga duas vezes nesse critério. Não é nada fácil você estar entre os maiores de duas equipes, e ele conseguiu. Está no “Ring of Honor” tanto do Washington Redskins quanto do Tennessee Titans/Houston Oilers.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *