Time dos 100 anos da NFL – Tight Ends

Uma das escolhas mais fáceis para mim foi a dos 3 tight ends do time dos 100 anos da NFL. Shannon Sharpe foi gigante, Mike Ditka, Ozzie Newsome, Dave Casper, John Mackey e Kellen Winslow também. O que não falta é grande tight end na história da liga, mas convenhamos, quando falamos dos três maiores não vejo outro cenário a não ser: Tony Gonzalez, Rob Gronkowski e Antonio Gates.

Tony Gonzalez

Ainda considero o ex-jogador de Chiefs e Falcons como o maior de todos os tempos. É líder na sua posição em jardas recebidas e recepções na história da liga, perdendo, entretanto, para Antonio Gates em touchdowns feitos. Se considerarmos todas as posições, Gonzalez é o sexto em jardas produzidas, 15127, e segundo em recepções, com 1325.

Membro do Hall da Fama na classe 2019, Tony teve uma brilhante carreira com 14 idas ao Pro Bowl e por 6 vezes foi nomeado para o primeiro time all-pro, conseguindo também por 4 vezes fazer parte do segundo time.

Eleito para o time dos anos 2000 da NFL, liderou a liga em recepções em 2004, tendo ficado entre os 10 primeiros em 5 oportunidades, e em quatro oportunidades esteve entre os seis melhores em touchdowns. É o décimo jogador na história da NFL em jogos como titular, com 254. Uma pena nunca ter conseguido um título, merecia.

Rob Gronkowski

4 vezes eleito para o primeiro time All-Pro, Rob Gronkowski poderia ter conseguido mais, se não fossem as lesões. Foram apenas 7 temporadas na liga, 10 a menos que Tony Gonzalez, por exemplo. Vai ser, sem dúvida nenhuma, eleito para o Hall da Fama no primeiro ano de elegibilidade. Há quem o chame de melhor tight end da história, mas para mim é o segundo. A longevidade de Tony Gonzalez ainda pesa muito para mim, especialmente por ter jogador em alto nível todos os anos, mas Rob, enquanto esteve saudável foi um dos jogadores mais dominantes da história da NFL. O pior confronto possível para os jogadores de defesa. Ruim para defensive backs, devido ao tamanho e ruim para linebackers pela velocidade no confronto. Um dos principais nomes deste New England Patriots que domina a liga a tantos anos. Gênio.

Antonio Gates

Talvez esse seja o que mais cabe discussão, mas não para mim. Em 16 temporadas na NFL, Gates esteve em oito Pro Bowls, em 5 times All-Pro (3x Primeiro Time e 2x Segundo, e foi por seis temporadas um dos 10 principais jogadores da liga em touchdowns marcados. É o lider do Chargers em jardas recebidas, recepções e touchdowns. E com folga. Diria, sem medo de errar, que é um dos cinco maiores jogadores da história do seu time, quem sabe um dos três maiores. Vale o debate. Antonio Gates é outro que merecia demais ter sido campeão (assim como Philip Rivers). Dois jogadores que marcaram esta geração e que um título certamente mudaria muito a forma de algumas vezes os verem.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *