• Mateus Fernandes

Análise do Draft da AFC Oeste

Atualizado: Abr 29

Confira o que achamos das escolhas de Broncos, Chargers, Chiefs e Raiders


DENVER BRONCOS

A classe de 2020 do Denver Broncos recebeu muitos elogios

Drew Lock começou apenas cinco jogos em sua temporada de calouro mas impressionou nessas partidas mesmo dentro de um ataque limitado. John Elway claramente prestou atenção ao potencial do seu jovem quarterback e decidiu que o melhor a fazer seria cercá-lo de talento, ainda mais tendo cinco escolhas no top 100.


"Para nos dar a chance de ter sucesso e dar a Drew a oportunidade de ter sucesso, tivemos que obter velocidade e talento no lado ofensivo" - John Elway

Jerry Jeudy é amplamente considerado o melhor recebedor dessa classe e simplesmente caiu no colo de Denver. Em Alabama, Jeudy se destacou não só por sua habilidade atlética, mas por ser um excepcional corredor de rotas, e agora será a segunda opção ao lado do excelente Courtland Sutton. Pegando uma página do rival Chiefs, Denver também adicionou KJ Hamler na segunda rodada, a escolha pode ser considerada excessiva, mas o diminuto Hamler tem velocidade de sobra para acrescentar a esse ataque.

Claro que apenas recebedores não são o suficiente, e Denver precisava reforçar a sua linha ofensiva não só para Lock, mas para o recém chegado Melvin Gordon. Lloyd Cushenberry III e Netane Muti se juntam ao reforço Graham Glasgow para dar nova vida ao meio de uma OL que foi no máximo mediana em 2019.

Com o foco no ataque, defensivamente esse draft parece ter trazido apenas profundidade para uma defesa que, embora ainda muito talentosa, está envelhecida. Dito isso, se essa unidade mantiver um bom nível em seu segundo ano sob o comando de Vic Fangio e o jovem ataque der um salto para frente, os Broncos podem surpreender mais cedo do que o esperado.


Nota: 🏈🏈🏈🏈


Todas as escolhas dos Broncos:

1º Round

Escolha #15 - Jerry Jeudy - WR - Alabama

2º Round

Escolha #45 - KJ Hamler - WR - Penn State

3º Round

Escolha #77 - Michael Ojemudia - CB - Iowa

Escolha #83 - Lloyd Cushenberry - C - LSU

Escoha #85 - McTelvim Agim - DL - Arkansas

4º Round

Escolha #131 - Albert Okwuegbunam - TE - Missouri

5º Round

Escolha #178 - Justin Strnad - LB - Wake Forest

6º Round

Escolha #181 - Netane Muti - G - Fresno State

7º Round

Escolha #251 - Tyrie Cleveland - WR - Florida

Escolha #254 - Derrek Tuszka - EDGE - North Dakota State

Não esqueça! Principais aquisições na Free Agency

Graham Glasgow (G - Lions); Melvin Gordon III (RB - Chargers); A.J. Bouye (CB - Jaguars); Jurrell Casey (DT - Titans).

Rookies não draftados.

Riley Neal - QB - Vanderbilt; Levante Bellamy - RB - Western Michigan; Zimari Manning - WR - Tarleton State; Douglas Coleman III - S - Texas Tech; Hunter Watts - OL - Central Arkansas; Kendall Hinton - WR - Wake Forest; Essang Bassey - CB - Wake Forest.



LOS ANGELES CHARGERS

Justin Herbert foi o escolhido para ser o quarterback do futuro para os Chagers

A NFL é uma liga de quarterbacks, isso é inegável. Após 17 temporadas de altos e baixos, os Chargers se despediram de Philip Rivers mas, ao invés de reconstruir, Tom Telesco e companhia reforçaram a já sólida estrutura do time na free agency. A suspeita era de que o time iria atrás de um veterano, ou até mesmo seguiria por uma temporada com Tyrod Taylor, mas a franquia não podia deixar a oportunidade de tentar achar mais um franchise quarterback, alguém que possa trazer torcedores e lotar um estádio, e por isso selecionou Justin Herbert.

"Ele (Herbert) é muito maior - e isso uma única coisa que notei quando o vi ao vivo no ano passado - o quão grande ele é" -Tom Telesco

No final das contas, o sucesso dessa classe será definido pelo ex-Oregon, mas Herbert não foi a única adição do time. Telesco seguiu agressivo, e trocou (até demais) para voltar ao primeiro round e selecionar Kenneth Murray, dando ainda mais velocidade a sua defesa.


Graças a troca, LA só escolheu novamente na quarta rodada, e a partir daí todos os times basicamente escolhem atletas com uma ou duas boas qualidades que podem ser peças interessantes de rotação ou no special teams e, com alguma sorte acham alguém especial. No caso do Chargers, esse alguém especial pode ser o WR K.J. Hill, de Ohio State.


O Chargers, principalmente depois da free agency, é um time bom que por acaso (e azar, e lesões) tinha uma escolha alta no draft com um único buraco gritante no time, justo na principal posição. Então a análise depende muito de como você enxerga Justin Herbert, e eu vejo um quarterback inconsistente nos aspectos mentais e precisão, mas com todos os atributos físicos necessários, que vai jogar em um elenco muito talentoso.

Nota: 🏈🏈🏈


Todas as escolhas dos Chargers:

1º Round

Escolha #6 - Justin Herbert - QB - Oregon Escolha #23 - Kenneth Murray - LB - Oklahoma

4º Round

Escolha #112 - Joshua Kelly - RB - UCLA

5º Round

Escolha #151 - Joe Reed - WR - Virginia

6º Round

Escolha #186 - Alohi Gilman - S - Notre Dame

7º Round Escolha #220 - KJ Hill - WR - Ohio State


Não esqueça! Principais aquisições na Free Agency

Bryan Bulaga (OT - Packers); Chris Harris Jr. (CB - Broncos); Trai Turner (G - Panthers); Linval Joseph (DT - Vikings)


Rookies não draftados.

Asmar Bilal - LB - Notre Dame; Darius Bradwell - RB - Tulane; John Brannon - CB - Western Carolina; Cole Christiansen - LB Army; Jeff Cotton - WR - Idaho; Joshua Dunlop - G - Texas/San Antonio; Breiden Fehoko - NT - Louisiana State; Romeo Finley - LB - Miami; Joe Gaziano - DE - Northwestern; Nate Gilliam - G - Wake Forest; Bobby Holly - FB - Louisiana Tech; Jesse Lemonier - DE - Liberty; Kevin McGill - CB - Eastern Michigan; Gabe Nabers - FB - Florida State; Jared Rice - TE - Fresno State; Ryan Roberts - OT - Florida State; Dalton Schoen - WR - Kansas State; T.J. Smith - DT - Arkansas; Donte Vaughn - CB - Notre Dame



KANSAS CITY CHIEFS

Edwards-Helaire foi o único running back escolhido na primeira rodada

Defensivamente você pode até questionar as necessidades dos Chiefs, mas ofensivamente só faltava uma coisa para esse time: um running back capaz de receber passes e carregar o piano. Chegamos então em Clyde Edwards-Helaire, que não era o running back número 1 na visão de quase ninguém, mas que pode ser o melhor encaixe para esse já devastador ataque. Não é a toa que Reid e o GM Brett Veach compararam o ex-LSU a lenda dos Eagles Brian Westbrook, peça fundamental dos ataques de Philadelphia quando Reid era treinador lá.

"Ele (Edwards-Helaire) é melhor que o Brian (Westbrook)." - Andy Reid

Willie Gay é o outro calouro que deve contribuir imediatamente, dando velocidade ao corpo de linebackers dos campeões. Quando se tem o melhor quarterback da NFL é sempre uma boa ideia protegê-lo, e apesar de Kansas City ter dois ótimos tackles titulares, profundidade nessa posição nunca é demais, é aí que entra a escolha de terceira rodada Lucas Niang, que nunca cedeu um sack em três temporadas defendendo TCU.

Os atuais campeões possuem um ataque que ninguém conseguiu parar por mais de dois quartos nos últimos dois anos, e ele acabou de ficar melhor. A defesa sempre precisa de um pouco mais de ajuda, especialmente a secundária, que pode ter achado uma peça interessante em L'Jarius Sneed, que pode jogar tanto de safety quanto de corner. No geral, um draft sólido para KC.

Nota: 🏈🏈🏈🏈


Todas as escolhas dos Chiefs:

1º Round

Escolha #32 - Clyde Edwards-Helaire - RB - LSU

2º Round

Escolha #63 - Willie Gay - LB - Mississipi State

3º Round

Escolha #96 - Lucas Niang - OT - TCU

4º Round

Escolha #138 - L'Jarius Sneed - DB - Louisiana Tech

5º Round

Escolha #177 - Michael Danna - DE - Michigan

7º Round Escolha #237 - Thakarius Keyes - CB - Tulane


Não esqueça! Principais aquisições na Free Agency

Em um dado momento de 2020 o Chiefs chegou a ter apenas US$ 177 de espaço no teto salarial. O time manteve nomes importantes como Chris Jones (Franchise Tag) e Bashaud Breeland, mas não trouxe ninguém significante de fora.

Rookies não draftados.

Yasir Durant - OL - Missouri ; Daryl Williams - OL -Mississippi State; Kalija Lipsbom - WR -Vanderbilt ; Lavert Hill - CB - Michigan ; Javaris Davis - CB - Auburn; Bryan Wright - LB - Cincinnati; Omari Cobb - LB - Marshall ; Aleva Hifo - WR - BYU ; Tommy Towsend - P - Florida; Tershawn Wharton - DE - Missouri S&T; Rodney Clemons - DB - SMU; Hakeem Bailey - DB - WVU; Cody White - WR - Michigan State; Maurice French - WR - Pittsburgh; Justice Shelton-Mosley - WR - Vanderbilt; Andre Baccellia - WR - Washington ; Jovahn Fair - OG - Temple; Jalen Julius - DB - Ole Miss.



LAS VEGAS RAIDERS

A questionada classe do Las Vegas Raiders

Não podemos culpar Jon Gruden e Mike Mayock de não saberem as necessidades do time. Nas primeiras 139 escolhas desse draft, Oakland teve sete (também não teve nenhuma depois da quarta rodada), cinco delas no top 100. Foi o segundo ano consecutivo com um grande número de escolhas altas, e o segundo ano consecutivo onde Mayock e Gruden saem questionados desse evento.

"Nós fizemos todo o trabalho. Nós realmente não nos importamos com o que ninguém fora do nosso prédio pensa." - Mike Mayock

Com tantos free agents e tantos jogadores draftados na metade de cima do draft, a única certeza é que os Raiders chegam para o seu primeiro ano em Las Vegas com um elenco muito mais profundo. Mas isso também leva a um questionamento sobre o draft: apesar de tantas escolhas altas, não parece que muitos desses calouros vão contribuir imediatamente. Henry Ruggs será titular, o velocista não era o WR #1 para quase ninguém, mas Al Davis sorriu para essa escolha. Fora o recebedor, no entanto, só o questionado Damon Arnette deverá ver minutos significantes em campo.

É isso que torna esse grupo de jogadores difícil de analisar. As duas primeiras escolhas são consideradas reach, e as três da terceira rodada incluem um wide receiver que deverá mudar de posição, um wide receiver que terá que lutar para ver o campo e alvos e um linebacker questionado que chega para um corpo de linebackers que acabou de adicionar duas peças interessantes em Kwiatkoski e Littleton. Olhando unicamente para o valor das escolhas e o elenco do time, não me parece ter sido um draft eficiente, mas é claro que isso pode mudar quando as partidas começarem, como foi em 2019.

Nota: 🏈🏈🏈

Todas as escolhas dos Raiders:

1º Round

Escolha #12 - Henry Ruggs - WR - Alabama

Escolha #19 - Damon Arnette - CB - Ohio State

3º Round

Escolha #80 - Lynn Bowden - RB/WR - Kentucky

Escolha #81 - Bryan Edwards - WR - South Carolina

Escolha #100 - Tanner Muse - LB - Clemson

4º Round

Escolha #109 - John Simpson - OG - Clemson

Escolha #139 - Amik Robertson - CB - Louisiana Tech

Não esqueça! Principais aquisições na Free Agency

Marcus Mariota (QB - Titans); Nick Kwiatkoski (LB - Bears); Cory Littleton (LB - Rams); Maliek Collins (DT - Cowboys); Jeff Heath (S - Cowboys); Nelson Agholor (WR - Eagles); Damarious Randall (DB - Browns); Carl Nassib (DE - Buccaneers).

Rookies não draftados.

Dominik Elerbe - K - Utah State; Javin White - LB/S - UNLV; George Mariner - WR - Utah State; Liam McCullough - LS - Ohio State; Mike Panasiuk - DT - Michigan State; Nick Bowers - TE - Penn State; Madre Harper - CB - Southern Illinois; Kamaal Seymour - OL - Rutgers

45 Jardas

  • Facebook
  • Twitter
  • Spotify
  • Apple Music

© 2020 by 45 Jardas

Newsletter 45 Jardas