• Rafael Brasileiro

Observar, analisar e planejar


Roger Goodell terá mais uma chance de se colocar na história da liga com as decisões de 2020

A NBA está com data marcada para seu retorno. A NHL também já definiu quase tudo. A MLB segue na sua briga interna. E MLS anunciou hoje que voltará em um formato quase Copa do Mundo, ou Florida CUP, já que as partidas serão em Orlando. A NFL observa. Toma uma decisão aqui, outra acolá e é a liga que tem mais chance de aprender com os acertos e os erros.


Nesta semana, as comissões técnicas voltaram aos centros de treinamentos e721,71 os técnicos poderão trabalhar “juntos”. A expectativa é de como serão os training camps. A liga já avisou que os times não poderão viajar para esses treinamentos. Nada de Napa Valley ou High School da vizinhança para alguns times. Outra novidade é que também estarão proibidos os treinos conjuntos. Alguns times treinavam por alguns dias antes de seu jogo de pré-temporada. Era um modo de enfrentar situações diferentes e sair da mesmice dos treinos apenas com companheiros de time. Porém, a principal decisão ainda não foi tomada. Quando começarão os camps? A data limite é dia 28 de julho, mas sem o programa de treinamento da temporada e sem os mini camps, existe uma proposta para que os treinamentos sejam iniciados antes ou que exista algum tempo de aclimatação para os atletas. Porém, de acordo com Albert Breer do Monday Morning Quarterback, isso ainda é incerto. A associação dos jogadores tem sido bem rígida na proteção aos atletas e a NFL deverá utilizar as outras ligas como parâmetro. O que NBA, MLS e NHL fizerem, a liga deve adaptar de algum modo e isso pode ter como consequências o cancelamento da semana 1 da pré-temporada e talvez até o início da temporada ocorrer apenas em outubro. Medidas certas e que podem fazer a NFL sair como a liga menos prejudicada com a pandemia. Por outro lado é preocupante pensar em como serão esses jogos. Teremos público? Essa é a grande pergunta que influi em tudo na liga. Sem público, não há venda de ingressos, não há compra de produtos e isso tudo influi no salary cap. Apenas em ingressos, a NFL vendeu mais de 1.7 bilhão em 2019. Somando todos os danos, o salary cap pode sofrer danos de pelo menos 20 milhões de dólares. Alguns são mais pessimistas e pensam que pode chegar a até 80 milhões.


Apesar da preocupação com a segurança de atletas, funcionários e torcedores, a liga realmente pensa em como não ter um buraco gigantesco na sua receita. Algo normal para quem está de olho em uma renovação recorde em direitos de TV nos próximos anos.


Dica da semana

Você não vai virar o mais conhecedor de tática ou de esquemas de futebol americano com esse livro, mas com certeza Essential Smart Football vai te ajudar a entender muita coisa do futebol americano. São capítulos curtos e divididos por análises separadas. Vale a pena e está baratinho na Amazon do Brasil. Só R$5,99.


45 Jardas

  • Facebook
  • Twitter
  • Spotify
  • Apple Music

© 2020 by 45 Jardas

Newsletter 45 Jardas